Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Fui atacada por um ganso!!

    Apanhei um dos maiores sustos da minha vida. Estava eu a fazer um piquenique, onde estava constantemente a ser atacadas por abelhas a quererem-me roubar a comida, quando decedi pegar na minha sandoca e abaixar-me (porque lembro-me de ter lido não sei aonde que isso ajudava a afastar as abelhas por uns momentos).

    Quando me abaixei, olho em frente, e durante uns milisegundos faço contacto visual com um ganso. Só que não era um ganso qualquer. Era o ganso mais esfomeado à face da terra, pois ele interpretou o meu olhar como um sinal de que lhe ia dar a minha sandes (acabadinha de provar). Ora hell no!

    Levantei-me, desviei o olhar, e reparei que ele começou a avançar em minha direção. Fiz "Chô!" com a mão, e ia prosseguir em direção à minha sandes, quando vejo que ele continua a aproximar-se de mim cada vez mais, e mais, e mais....! E eu a andar para trás e a tentar fugir dele o máximo possível!

    Resultado, começo a fazer uma figura de ursa a CORRER de um lado para o outro a fugir do maldito ganso, que não me queria dar descanso nem por mais uma! Olho em volta e só vejo um mar de plateia no parque, todo a rir-se de mim (e com razão).

    Ao fim de uns minutos (que pareceu eternidade), o bicho lá me deu descanso. Hoje em dia não me sai da cabeça as minhas figurinhas no parque, aterrorizada, com o coração a mil, e com uma sandes de ovo na mão.

 

 

Loucos pelo barato

    Já não é a primeira vez que noto que o português tende, de forma geral, a ficar maluquinho com tudo o que é barato (ou, melhor, de borla €). Mesmo que não seja, à partida, algo do seu interesse pessoal. Eu passo a explicar.

    Por exemplo, quem nunca, quando foi de viagem a um hotel ou pensão qualquer, roubou as garrafas de champô, hidratante corporal e sabonete do dito cujo? TODA A GENTE! Mesmo sabendo que provavelmente nem os vai precisar.... E isso acontece com tudo o resto na nossa vida!

    Ultimamente tenho-me inscrito para ganhar bilhetes de borla para concertos, espectáculos, ou filmes de cinema que nem são o meu gênero, repito, que NEM SÃO O MEU GÊNERO! Este ano, participei para ganhar bilhetes para o NOS Primavera Sound, o Edp CoolJazz, e o MEO Sudoeste, e se me perguntarem quais são as bandas que vão lá atuar, eu nem sei! Se me perguntarem se é porque eu gosto de fulano ou sicrano eu vou dizer que sim, porque não faço a mais pequena ideia. Ou seja, eu nem sei se vou gostar à partida e quando dou por mim já estou a participar em mil passatempos para ganhar coisas de borla! 

    Digam-me, de vossa justiça, se também funcionam assim. Ou se, pelo contrário, são pessoas muito mais ponderadas no que diz respeito a borlas. Comigo, parece que o meu cérebro funciona à base de estímulos, e mal vejo a palavra "GRÁTIS" escarrapachada em algum feed de notícias, pronto, já tiveram a minha atenção, nem que fosse para me habilitar a ganhar chamuças (que btw, eu NEM sou fã).

Grande Ego?!

preview.png

    Já vos contei que um dos meus filmes preferidos é o "Mean Girls"? Foi um filme que nos ensinou que a) 'estereotipar' toda a gente não é correto de se fazer, e b) cada um de nós tem a sua história. É bom pensarmos que, para além de nós, toda a gente tem emoções, tem uma família, um legado, uns valores, uma educação... E que tem, acima de tudo, de ser respeitada.

    Quando oiço alguém a chamar sistematicamente de 'ignorante' a alguém, só porque quer fazer sobressair a sua própria "inteligência", ou 'incapaz' só porque este último não teve as mesmas oportunidades que ele teve, não consigo deixar de pensar o seguinte: Será que isto contribui assim tanto para a sua personalidade? Isto é, será que existem mesmo seres no mundo com a auto-estima tão baixa, tão baixa, que necessitam rebaixar as pessoas que julgam ser fracas, de modo a fazerem-se sentir melhor? Não arranjam mesmo outra forma de se sobressair enquanto ser humano, de se valorizarem?

    É triste. Porque são pessoas tão egocentradas que se esquecem que os outros à sua volta têm também as suas próprias capacidades (e, surpreendam-se, se calhar, só se calhar, muito mais desenvolvidas que as vossas), que não vêem necessidade de se estar constantemente a gabar das suas proezas. Não se apercebem que são pessoas muito inseguras, e que têm muito a aprender. Concentrem-se antes nos vossos próprios problemas, e asseguro-vos de que farão um mundo muito melhor para vocês, e para todos. :)

    Como li em tempos: "Cuidado com o ego! O pavão de hoje pode ser o espanador de amanhã."

10 Factos sobre mim na hora da refeição

nutella.jpg

 Herro!  Hoje tenho um desafio que vos vai deixar de água na boca... A Hikarry desafiou-me para uma tag sobre 10 factos sobre mim na hora da refeição, e se há coisa que eu gosto de falar na vida é de comida, por isso obviamente que não lhe ia dizer que não!

Aqui vão os meus apetitosos fatos: 

 

1: Não sou mulher de lanches, nem de snacks. Gosto muito mais de almoços e jantares.

2: Sou VICIADA em chocolate (como todos os dias).

3: Nasci com uma condição raríssima que me faz odiar o sabor de Nutella.

4: ADORO sopa, e como em todas as refeições.

5: Água é a minha bebida preferida, até porque não sou fã de coca-cola, Pepsi e outras bebidas açúcaradas.

6: Raramente como fruta.

7: Como sempre pão à hora da refeição (yô!).
8: Adoro uns bons bifinhos de perú com natas, no Inverno.
9: Adoro uns fresquinhos carapaus com molho à espanhola, no Verão.
10: Até agora, a comida tipicamente portuguesa é a minha favorita (não suporto chinês, japonês, indiano...).
 
Sei que foram poucos e rápidos, mas como era suposto apenas mencionar 10, elegi aqueles que me vieram mais rápido à cabeça. Como se aperceberam, eu sou um pouco esquisita no que toca a comida, no entanto, quando é algo que eu gosto, eu como até encher. xD
E vocês, como são com a comida? (quem quiser, está a vontade para responder à tag!)

A sério, eu odeio ter a casa cheia.

Isto nem parece algo que eu diria, pois eu adoro ter aniversários cá em casa, grandes festas, e encontros com muita gente amiga, MAS...

 

...Estão 34º graus, caramba! Eu apetece-me é andar de soutien (opcional) e cuecas em casa, e não ter de me vestir de 5 em 5 minutos porque os colegas da minha irmã estão a chegar. Desde que as férias começaram, tem sido um entra-e-sai de gente cá em casa todos os dias... É um inferno... (literalmente!) :(

Haviam de ver o meu olhar de deleite para a minha camisa de noite, de verão...

Auto-estima

     Falava eu há dias com alguém a propósito da auto-estima, e do quoão importante ela nos é. Falávamos sobre o quanto ela nos faz sempre falta, e que convém andar sempre com 'o suficiente' na mala, just in case.

    Já foi o tempo onde eu acreditava que o mundo era um local cheio de pessoas boas, passarinhos a cantarolar, e borboletas a voar.... Infelizmente, apercebi-me que nem sempre é esse o caso (Veja-se o exemplo de Pedrógão, onde se soube que houve pessoas que foram assaltar as casas ardidas -como se perder a casa já não fosse o suficiente...)

    Por isso, e como ao virar da esquina está sempre alguém pronto para nos rebaixar e nos fazer sentir como a pior pessoa do mundo, é bom que tenhamos uma auto-estima suficientemente forte, para não nos deixarmos levar a baixo à primeira tentativa. A literatura dá-nos algumas dicas para trabalharmos no nosso amor próprio.

    Em primeiro lugar, devemos valorizar as nossas capacidades e sucessos pessoais, e deixarmo-nos inspirar por eles. Tomando consciência das nossas paixões, qualidades, e talentos. 

    É também aconselhado a sermos positivos no nosso diálogo e maneira de ser, de modo a sentirmo-nos melhor connosco. Falarmos de forma confiante, e valorizar as nossas experiências de vida, influencia não só a forma como nos vemos a nós próprios, mas também como os outros nos vêem. Além disso, não devemos comparar-nos à situação dos outros, mas em vez disso focarmo-nos no nosso próprio crescimento.

    Assim, se por um lado devemos ter consciência das nossas capacidades e não nos deixar humilhar por ninguém (pois como a minha mãe costuma dizer "-Acima, só Deus!"), por outro, não se deve também cair no outro extremo, e acharmo-nos a última bolacha do pacote. Porque quando a auto-estima é excessiva, torna-se puramente egoísmo, e isso já não é muito saudável... Mas isso fica para um próximo tópico! 

DESAFIO: Verão Perfeito

 

    Boas! Fui desafiada pela happyness (a quem desde já agradeço!) para desvendar como é passado o meu Verão perfeito. Já não fazia um desafio há um ano, e já estava cheia de saudades. Por isso mesmo, aqui vai!

 

1. Qual é a tua peça de roupa favorita para usares num dia super quente de Verão?

 I'm a simple girl. I see dresses, I buy.

 

2. Se pudesses escolher APENAS um batom para usares todo o Verão, qual seria?

soft.png

 Esta já não é tão simples assim, devido ao meu historial de batons... Neste caso, optei pela Soft Spoken pois é a cor mais suave para se usar no Verão.


3. Qual o verniz que mais usas no Verão?

No Verão uso tipicamente cores vivas, e obrigatoriamente com "choque" no fim: Rosa-choque, azul-choque, amarelo-choque...

 

4. Escolhe e mostra o teu Acessório favorito para o Verão!

 


5. Qual a bebida que mais gostas de beber no Verão?

 

 Água friaaaa, da ribeira.... 

 

6. Onde costumas passar a maior parte das tuas férias de Verão?

 Algarve, sempre. Seja em Silves, Armação de Pêra, Lagoa... O que for! Este ano, vou a Monte gordo pela primeira vez!! 

 

7. Quais são os teus sapatos favoritos para usares no Verão?

 

8. És do tipo de pessoa que gosta de "torrar" ao sol com óleos de corpo ou usas sempre protector 50+ e pões-te à sombra nas horas de maior calor?

Sou do tipo de pessoa que tem medo de ficar lagosta. Como sou branca que nem um cal, uso sempre o máximo de proteção que posso (diga-se 50+).

 

9. Faz uma breve descrição das melhores férias de Verão que já tiveste.

Uff... There are so many...

Ainda bem, certo? É óptimo sinal. Foi muito difícil destacar uma em específico, porque tenho várias boas recordações presentes... Mas neste momento, aquilo que me veio à cabeça, foram as férias que eu costumava passar fora do país com a minha família. Lembro-me em específico das nossas férias em Barcelona, porque o hotel -Barceló Sants- era simplesmente incrível, foi dos melhores hóteis onde eu já passei a noite em toda a minha vida. A par disso, foi em Barcelona que conheci o Ian Somerhalder pela primeira vez (a minha crush desde os meus 16 anos). 

 

10. Nomeia 5 pessoas para responder a esta TAG.

Su

Pipa

Maria Mocha

Kalila

Heidiland

 

A Carta...virou loira!

    Há dois dias atrás, entrei eu enchidinha de coragem e boa fé, no meu cabeleireiro habitual. Queria experimentar uma coisa nova - É verão e tal, a altura perfeita para cometer erros "cabeludos" pois podemos emendá-los até voltar ao ambiente laboral, em setembro.

   Tinha tudo planeado. Queria umas madeixas castanhas claras, para o meu cabelo castanho escuríssimo, para dar assim um aspeto "ombré" barra "luzes de verão" barra "eu sou chique". Armei-me em boa, foi o que foi.

    Virei-me para a minha cabeleireira e mostrei-lhe esta foto:

    Como podem aí ver, não sou uma mulher de grandes aventuras e inovações. Era simples, queria só aclareá-lo ligeiramente para ter um aspeto mais saudável.

    Ligeiramente... PENSAVA EU. Depois de dada à tinta, e de esperar uma meia-hora para que desse a lavagem do cabelo, secasse, e coiso e tal, começo a reparar (mantenham em mente que estive todo este processo sem os meus óculos postos, e as minhas quase 4 dioptrias não me deixavam ver o resultado final do meu cabelo) que o cabelo estava com um aspeto... digamos mais... claro, do que eu estava a calcular... Mas mesmo assim hesitei "Calma carta, tu não tens os óculos, deves estar a fazer filmes na tua cabeça..."

    Foi quando ouvi, da minha irmã (que embarcou também nesta aventura comigo), "Acho que vais gostar mana, se bem que não sei se está exatamente como tu querias" soltou, esboçando um sorriso forçado. Ai, preparei-me logo para o pior.

    Quando ouvi o finalmente "Ta-da!!! Pode pôr os óculos, o cabelo está pronto!" nem queria acreditar quando vi isto:

    Okayy... Talvez esteja a exagerar. Parece-se mais algo deste género:

    Fiquei (e ainda estou) incrédula, não só porque é uma mudança mais do que radical no meu cabelo (que me obrigou a comprar novos champôs, e a cortar nas idas à piscina durante uns dias...de modo a mantê-lo intacto), mas também porque não estou nada habituada a me ver...bem, loira. Pode não parecer na foto, mas as madeixas onde ela aclarou estão literalmente loiras, principalmente na parte da frente.

    Por isso o que é que eu levei desta história? Esqueçam as fotos, levem antes bom-senso ao escolherem um bom cabeleireiro para vocês, e que tenha o que pretendem. Quanto a mim, cá fico, no meio das minhas madeixas loiras, e habituais piadas de alheios a questionarem a minha (suposta) falta de inteligência.