Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Ao apontar 1 dedo ao próximo, aponta o resto a ti próprio

     Ultimamente sinto cada vez mais que vivemos numa sociedade em que recorremos sempre à opção mais fácil, que neste caso é: apontar o dedo ao outro. Seja porque motivo for! Por que fez isto e aquilo que não devia ter feito, porque é assim, e não devia de ser, porque é demasiado gordo, porque é demasiado magro, porque fala demais ou fala 'de menos'. Seja qual a atitude (ou aparência) da pessoa, ela não se livra de ser comentada e acima de tudo criticada. E todos nós fazemos isto, uns mais que outros possivelmente, mas criticar é uma praga que não se livra de ninguém, porque a sociedade está feita desta forma. A olhar para os defeitos, para o mau da pessoa.

    Agora desafio todos nós a fazer o seguinte: da próxima vez que nos vier à cabeça algo menos bom sobre alguém, antes de abrir a boca sequer, ponderemos antes sobre algo bom que a pessoa tenha feito. Algo que admires na pessoa. Porque, já que somos criaturas falantes que gostamos de fofocar sobre isto e aquilo, porque não escolher o lado positivo da história? Qual é a necessidade, ao fim ao cabo, de estar a falar sobre algo que nos desagrada em alguém, que nós não gostamos? Vai fazer alguma coisa mudar? Se o problema é com a pessoa é preciso esclarecê-lo com a própria, e não com o resto do mundo.

    Eu acredito que isto passa apenas por uma mudança de perspetiva, no qual cada um escolhe o que quer ver. Eu, por isso mesmo, a partir de agora acrescento mais outra resolução à minha lista de 2016: Always look at the bright side of life (AND people)! 

 

2 comentários

Comentar post