Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Bem-vindos caloiros!

 

    Hoje, por todo o lado se fala da entrada na universidade: na pública, privada, as médias, a atribuição das bolsas... E eu lembro-me como se fosse ontem do stress que vivi, quando foi a minha altura, há 5 ANOS atrás (só agora tomei consciência do quão velha estou... ).

    Lembro-me de estar super entusiasmada com o percurso que já tinha percorrido até então, e do que ia ainda percorrer; nervosa por pensar nos obstáculos que iria ter de enfrentar no futuro, e preocupada por ter de me habituar a novas rotinas, novos horários, novos sítios.

    E no fim correu tudo tão bem! Com certeza com os seus altos e baixos, mas definitivamente com muito mais momentos altos. Por isso, se eu pudesse voltar atrás ao meu eu-com-18-aninhos prestes a entrar na faculdade, eu diria-lhe algo deste género:

  • Os professores do secundário fazem um filme muito maior do que é a universidade, do que ela realmente é. Por isso, não te preocupes em demasia;
  • Vais ter, finalmente, cadeiras com as quais te identificas (espero eu!), e que te dizem muito mais do que as que tiveste no secundário;
  • Há cadeira que podem ser mais difíceis do que outras, tal como aconteceu no secundário. É só preciso um bocadinho mais de estudo, e nada de faltar às aulas;
  • Ao mesmo tempo, vais ganhar muita responsabilidade e independência (o que é sempre óptimo);
  • Esquece a preocupação/medo de não te identificares com a tua turma, porque a faculdade está literalmente CHEIA de gente, e ninguém quer saber a qual 'grupo' pertences. Por isso não é um big deal se não levares dali amigos para a vida;
  • Por último, diverte-te. Estes anos vão passar a correr independentemente de quereres tirar apenas licenciatura, ou também mestrado/ doutoramento (eu que o diga)!! Por isso, aproveita bem as aulas, não stresses que não há razão para isso, e distrai-te também quando precisares 

6 comentários

Comentar post