Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Como é a vida de casado?

    No meu trabalho, como sabem, dou acompanhamento psicológico a vários utentes, desde crianças a idosos. As temáticas que cada um vem abordar comigo são sempre diferentes, apropriadas para cada caso: seja a motivação para a escola, aprender a lidar com o stress do emprego, problemas matrimoniais... E hoje queria-vos falar do caso de um senhor que tive o prazer de seguir, durante algum tempo, que me ensinou imenso a mim, e eu espero ter ensinado imenso a ele também.

    O principal motivo que o trouxe à consulta foi a sua dificuldade em encarar o envelhecimento na vida do casal, porque já estava casado com a mulher há 50 anos, e provavelmente por isso tinham agora maior dificuldade em 'aguentar' os defeitos (e feitios) de cada um. "50 anos é imenso tempo....".  pensava eu, "Qual é o vosso segredo?" perguntei, em tom de brincadeira. Ao que ele me responde que foi "A paciência, a capacidade em 'adaptarem-se' um ao outro, e o compromisso que tiveram na base de tantos anos felizes ao seu lado..."

    Não foram raras as vezes em que o paciente me disse em consulta que fazia 'acordos' com a mulher, de forma a que os dois ficassem felizes. No caso deles, por exemplo, ele considerava-se uma pessoa muito sociável e divertida, enquanto ela era mais tímida e reservada. Por isso mesmo, ele combinava com a mulher irem os dois semana-sim/semana-não a uma excursão juntos, e em troca, todas as sextas-feiras eles faziam uma sessão de filmes 'caseira', onde a mulher escolhia o filme a ver. E isso aplicava-se a tudo, inclusivamente às lidas domésticas! Era impressionante a forma como este casal, com personalidades e objetivos claramente opostos, conseguia completar-se tão facilmente um ao outro: "Somos como o Ying e o Yang", dizia-me ele em tom de brincadeira.

    Claro que este senhor estava em consulta por um motivo, havia ainda certos aspetos da sua vida que ele precisava de aprender a lidar. Mas a sua motivação, força de vontade, e amor para continuar a lutar pela mulher da sua vida, eram as coisas mais certas que ele tinha na sua vida. Por isso 'senhor', aonde quer que se encontre neste momento, quero que saiba que me ajudou imenso a mostrar o que é a vida de casado, e os desafios da vida adulta. E desejo-lhe uma vida com tudo de bom, muita sorte, saúde... e acima de tudo, amor eterno.

13 comentários

Comentar post