Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

O que não gostei no La la Land (com SPOILERS)

 

O La la Land é para muitos um filme de referência, e não é por acaso que ele esteve nomeado para 14 Óscars (os quais ganhou, impieadosamente!). No entanto, como qualquer filme, não é por isso que ele deixa de ser alvo de críticas, ou comentários menos felizes à sua prestação. E eu, como espetadora atenta que tento ser , quero também deixar aqui alguns dos meus pontos de vista mais negativos acerca do filme (apesar de ter sido, de um modo geral, um filme agradável de ver). [Quero deixar claro que esta é apenas a minha opinião acerca do La la Land, estando à vontade para receber, e respeitar, todo o vosso feedback que receber.]

  • Demasiada cantoria. Eu sei que ele era um musical (que desde já não sou grande fã), mas uma coisa é ser um filme género musical, outra coisa é ser um musical género de filme. Tudo o que é demais é conta errada, e principalmente durante a primeira parte do filme, achei um exagero ver toda a gente a cantar por tudo e por nada (e personagens figurantes que não entraram em mais cena nenhuma). Não é bem a minha cena, mas compreendo que há quem goste.
  • A cena do planetário perdeu-me imenso, vou ser honesta. Quando vejo de repente pessoas a "voarem" ou "flutuarem" num filme que aparentemente nada indicava que usava este tipo de 'efeitos especiais', perde um bocado o realismo para mim.
  • O Ryan Gosling é jeitosinho sim, representa bem sim senhora, mas cantar e ser o mais apropriado para o papel...meh, tenho as minhas dúvidas. A Emma Stone foi tão excelente na minha opinião (como é sempre, adoro aquela miuda), e consigo imaginá-la com uns 500 mil actores que faziam um melhor par de cantoria para ela, do que este... :(
  • A moral da história: ou és bem-sucedida na vida, ou tens o amor da tua vida ao teu lado. As duas coisas são impossíveis. Epa, não gostei. Chamem-me romântica de alma e coração, mas não gosto desta filosofia de vida, nunca me identifiquei. Sei que há muitos casos de casais que isso acontece (infelizmente), mas na minha opinião, é possível conciliar as duas coisas.
  • (Por isso mesmo) O afastamento dos 2 não foi bem explicado, para mim. Ela podia perfeitamente ter ficado a trabalhar em Paris, e ele ter ido com ela (visto já nem estar em tour). Abria lá o seu restaurante de jazz, e tudo o resto. Não era caso para uma separação tão definitiva.

 

Porque nem tudo foi mau, achei este filme com uma história muito 'fofinha' (apesar da forma como acabou), sendo a parte final para mim aquela mais espetacular, e a melhor (curiosamente!). Recomendo o La la Land a todos os amantes fieis de musicais, e de finais surpreendentes!

2 comentários

Comentar post