Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Querido Pai Natal... (cá vai a minha lista de prendas)

...Eu acho que estou a ficar velha. Digo disso porque lembro-me de ouvir pessoas mais velhas, em anos anteriores, dizer-me "No Natal eu costumo pedir todas as coisas básicas de se ter em casa, ou então coisas simples que me fazem falta no dia-a-dia, e que nunca chego a comprar, tipo sabonetes, velas de decoração..." E lembro-me de ficar feita parva a olhar para a pessoa, e pensar que dificilmente eu ia chegar àquele estado de indiferença total relativamente às prendas de Natal. Essencialmente porque eu gostava era de pedir coisas um bocadinho mais extravagantes (*cof* *cof* caras), tipo maquilhagem, roupa, aparelhos eletrónicos, etc.. Enfim, uma mimada do pior.

Pois foi... este ano chegou a minha vez. Pela primeira vez, decidi alterar a minha lista de prendas para coisas que me fazem realmente falta em casa, e que nunca tenho pachorra de ir comprar. Por isso mesmo, e sem mais demoras, cá vai a minha lista de coisas (in)úteis que eu preciso desesperadamente ter, mas que nunca calhou levar.

 

  • Um rato novo para o meu pc (O meu mouse não funciona há imenso tempo e tenho de dar uns 50 cliques para que ele entenda pela quinquagésima vez que eu quero fechar a janela do browser.)
  • Luvas meia-mão, gorros.. (Está imenso frio, e eu sou uma friorenta do pior, e como só tenho um conjunto de luvas que estou sempre a usá-las, gostava de as puder variar um bocadinho)
  • Camisolas interiores (Pelo mesmo motivo que o de cima, brr....)
  • Perfumes (O último já se m'acabou há imenso tempo, e desde então uso o da minha irmã... Que também já fiz o favor de acabar com ele...  Uma pessoa tem que andar cheirosa!)
  • Regarga para a minha instax mini (Este é um bocadinho mais para o carote comparativamente às de cima, mas dá sempre jeito ter, porque eu estou sempre a usá-la! )
  • Pilhas (Porque se precisa para tudo, não é? Para os comandos da Wii, instax...)

Que me lembro, é isso. E vocês, já fizeram a vossa Carta ao Pai Natal? O que vão pedir este ano?

Uma carta (fora dos) invejosos

 

    Não sei o que se passa, mas ultimamente tenho estado perante dois tipos de pessoas: aqueles que gostam do Salvador Sobral, e o apoiam, e aqueles que NÃO PODEM com ele. (Raros como é óbvio, mas existem.)

    E não estou a falar daqueles que dizem "Sim, fiquei contente por termos ganho, mas não aprecio muito a música dele." Ok, esses compreendo, porque pronto, gostos não se discutem. Eu só não compreendo aqueles que dizem assim: "Ai, eu detesto o Salvador Sobral, não entendo o que as pessoas vêm nele! O único motivo que o levou a ganhar foi porque ele tem uma bateria atrás (devido aos problemas no coração)" Sim, eu ouvi isto há pouco tempo!

    A vocês vos digo isto: Vocês têm uma coisa muito feia, que se chama Inveja. É assim que eu vejo alguém que, sem motivo aparente, fale constantemente mal de uma pessoa bem sucedida/realizada/feliz, o que for... E neste caso, há muita gente com inveja do Salvador Sobral. Talvez porque tenha feito algo histórico em Portugal, porque tenha sido o único que conseguiu levar o prémio final, ou porque tem um porradão de um aparelho vocal, seja qual for o motivo...

    Por isso, pessoal que fala mal do Salvador (ou do que quer que seja) apenas porque sim, bora lá substituir esses sentimentos rancorosos e primitivos por algo mais positivo e amoroso. Bora ganhar não só o festival da Eurovisão, mas também um espírito de união e alegria! Eu sei que somos capazes. :)

Obrigada pela atençã,

A Carta!

Uma Carta (fora do) Pai Natal

Como é que é, Pai Natal?! Já há um bocado que não nos falávamos, é verdade...Então como é que tens passado aí no friozinho? Cá em casa, as gripes do costume, mas tirando isso está tudo bem...

Sei que nesta altura andas mais concorrido que o papa, mas mesmo assim gostava de te deixar aqui umas pequenas sugestões para quando passares aqui pela minha casinha, e quiseres-me deixar uma recordação...Sim, porque apesar de tudo tenho-me portado bastante bem, por isso acho que bem mereço!

 

prendas natal '16.png

 

1) Palette Geometricolor, da Sephora

 

Já ando a namorar os produtos da Sephora há imenso tempo, mas quando vi a Maria Vaidosa a falar desta palete ENORME de sombras, lip glosses, e por aí fora...Oh Deus, foi como se o cupido me acertasse outra vez... É lindíssima, tem cores fantásticas, e vai ser minha se (Deus)  o Pai Natal quiser 

 

2) Instax Mini 8 (roxo)

Estas máquinas fotográficas são puro e simplesmente a coisa mais fofa à face da terra! E quem disser o contrário não sabe o que diz! Já imaginaram o que é verem as vossas fotos pequeninas imprimidas só para vocês, e puder decorá-las onde quiserem e bem vos apetecer?! Um mimo digo-vos eu...

 

3) Cat Onesie (ou outro onesie qualquer, não sou esquisita)

Tenho um já cá em casa do Totoro, e foi das melhores coisas que me aconteceu. A minha casa à noite vira a Antártida, por isso onesies como estes nunca são de rejeitar! São práticos, quentinhos e super adoráveis. Quanto mais, melhor!!

 

4) Modelador Stylist Easy Curl Ci6219, da Remington

Há dias ouvi falar super bem do Secador/Modelador da DYSON SUPERSONIC (que custa tipo 400 Euros), e idealmente era uma coisa deste tipo que me fazia falta: seca, estica, e ondula perfeitamente o cabelo (e durante muito tempo, que é isso que eu quero). Mas como ninguém nasceu num berço d'ouro por aqui, e há a necessidade de se descer um bocado mais à terra, fui encontrar este Modelador de cabelo que me parece bastante jeitoso para aquilo que pretendo, e com um preço "relativamente" mais aceitável - ronda os 40 euros (é só menos um zero).

 

5) Relógio Tommy Hilfiger

Lá está, este é outro dos presentes que eu vou continuar a sonhar ter. Sim, porque muito dificilmente vai passar disso  

Ainda nem fui procurar o preço deste pequenote, mas não me parece que vale a pena o fazer. A ideia aqui é que eu preciso imenso de um relógio para a minha atividade profissional, e dos vários tipos que há, era um deste estilo que gostava de ter - vamos lá ver se o Pai Natal acha que mereço.

 

6) Perfume Zara Collection (para homem), da Zara

Sempre preferi os perfumes de homem aos de mulher, muito sinceramente. Não sei bem explicar porquê, mas os de mulher não são feitos para o meu nariz. Todos-me parecem que duram pouco tempo, o cheiro mal se nota, e os odores não são os da minha eleição.. Por isso dei a sugestão desta coleção da Zara, pois é o que já conheço e o que me dou muito bem.

 

E vocês? Que prendinhas vão pedir este Natal ao Pai Natal? =)

 

A Carta.

 

Uma carta (fora dos) alunos de faculdade

...que vão realizar uma dissertação de mestrado: Tenham imenso cuidado com quem escolhem para vosso orientador. 

 

    Não estou a dizer isto por dizer, digo isto porque sei exatamente do que falo. Já tinha imensa gente que me tinha avisado, e eu pensava que estava bem informada (acerca dos orientadores da minha faculdade), mas pelos vistos enganei-me redondamente.

    Escolher um orientador que vos apresente temas interessantes, ou temas que gostem imenso é uma coisa, mas não se esqueçam do mais importante: escolher um orientador que, de facto, vos oriente!

    Há várias coisas que devem estar atentos para saberem fazer uma escolha certeira:

1) Encontrarem-se em primeiro lugar com o professor que estão interessados em escolher, antes de qualquer decisão (marcar atendimento para saber os modos como ele trabalha, como ele é, tudo o resto..);

2) Falar com ex-alunos desse orientador para saber feedback acerca do seu apoio/orientação;

3) Ver as suas metodologias de trabalho;

4) Informar-se se é um professor muito concorrido, se costuma responder a e-mails, a sua disponibilidade,etc..

 

    Eu fiz tudo isto acima, e mesmo assim fiquei com uma orientadora que julga e critica constantemente o nosso trabalho, dá-nos 0 orientação alguma, e não tem disponibilidade para nada. Por isso, tentem mesmo ouvir o máximo de testemunhos possíveis acerca do professor em questão, porque nem tudo o que parece é. E digo-vos uma coisa: Sentirem-se completamente sozinhos, sem saberem para que lado se hão-de virar numa altura tão importante para a vossa vida académica é horrível, e triste.

Com carinho,

A Carta

Uma Carta (fora do) Quintino Aires

 

Caro Dr. Quintino,

    Já estou para lhe fazer esta "carta" à imenso tempo, digamos que a sua última presença no extra d'A Quinta foi a cereja no topo do bolo. Já há algum tempo que o senhor aparece na televisão pública a fazer declarações que deixam muito a desejar, mas como não ocorriam sistematicamente, eu lá me ia calando para ouvir as suas justificações a certas opiniões que dá. Mas chega uma altura em que os seus comportamentos, enquanto psicólogo, deixam de ser justificáveis. E como é que eu sei? Porque sou uma estudante universitária a finalizar o Mestrado em Psicologia Clínica numa faculdade que considero bastante legítima, ou pelo menos, legítima o suficiente para achar que sei do que estou a falar.

    Enquanto psicólogos, há certas regras e normas que nós profissionais temos de cumprir, relacionados nomeadamente com o Código e Deontologia da Ordem. E o senhor Quintino, por já há demasiado tempo do que devia, quebrou sistematicamente essas regras - regras essas fundamentais para o exercício da nossa profissão. Para quem não sabe, eu passo a explicar de que regras me estou a referir:

1) Um psicólogo não pode expôr situações ou realizar diagnósticos em qualquer meio de comunicação social;

2) Um psicólogo não pode denunciar qualquer caso de violência doméstica, abusos sexuais, etc.. Quanto mais ameaçar os sujeitos do mesmo;

3) Um psicólogo não pode usar a sua profissão para induzir as pessoas às suas próprias convicções;

4) Um psicólogo não se pode envolver em situações que promovam a discriminação ou o preconceito.

    Para além disso, a própria Ordem tomou medidas e o suspendeu de exercer a sua atividade enquanto psicólogo. Portanto a minha questão é: Será que vale a pena, por meia dúzia de tostões que ganha na TVI, manchar ainda mais a sua imagem profissional? Falo também em nome de mais pessoas, que mantém a mesma opinião que eu. Não é correto o que está a fazer na TVI. Não é correto fazer diagnósticos de pessoas que NÃO SÃO seus pacientes. Não é correto enxovalhar pessoas em televisão pública (ainda por cima que nem conhece). Não é correto achar que é o orador da verdade, porque não é. Também não a sou, ninguém o é. Reduza-se àquilo que é "bom" a fazer no seu pequeno consultório, e seremos todos mais felizes.

Obrigada,

 

Carta

 

 

[P.S.: Não, eu não bati com a cabeça em lado nenhum hoje. Este senhorzinho já me andava a irritar a cabeça há imenso tempo. E no extra de sexta-feira ele acusou pessoas de coisas muito graves, e perdi todo o respeito que tinha por ele.]

Uma Carta (fora do) Wareztuga

 

Caro Wareztuga,

Tenho andado muito em baixo desde que partiste. Aliás, quem é que estou a querer enganar?! Tenho andado péssima!!! Foste embora apenas há alguns dias mas parece já há anos, sinto tanto a tua falta..

Tentei fazer a minha vida normal como se nunca tivesses existido, mas é cada vez mais difícil. Tento ocupar-me com outras coisas, sair, distrair-me, e até arranjei substitutos para ti, mas não é o mesmo, falta sempre qualquer coisa...Eras único, já me conhecias há imenso tempo, sabias do que é que eu gostava e como gostava, eras super acessível. Nunca me vou esquecer das tardes e noites que passamos juntos, quer em momentos mais divertidos, quer naqueles mais emotivos, tu estavas sempre lá para mim...

Acima de tudo nunca serás esquecido, e ainda espero que voltes um dia!

A tua amada,

Carta.