Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Coisas que já ouvi, enquanto psicóloga:

 Mitos VS Realidade

 

"Os psicólogos são aqueles que tratam os malucos, não é?"

Na realidade, a psicologia trata maioritariamente indivíduos neuróticos (pessoas com emoções 'exageradas', fobias, ansiedades, obsessões..., ou seja, todos nós). Segundo Freud, todos nós somos indivíduos neuróticos, logo, todos nós somos um pouco pró "malucos". 

 

"És psicóloga? Adivinha o que eu estou a pensar!"

(In?)felizmente não é assim que funciona, não tiramos o curso de videntes 

 

"Vou-te contar o meu sonho, para o interpretares."

 Nem todos os psicólogos sabem interpretar sonhos. Na verdade, só aqueles que tiram a especialização em psicoterapia dinâmica, ou psicanálise. Por isso, se procuram psicólogos que façam interpretação de sonhos, procurem por especialistas nestas áreas!

 

"Psicólogo é aquele profissional que usa o divã para o paciente não é?"

Nem sempre. Neste caso, só os psicanalistas é que utilizam o famoso divã nas suas consultas.

 

"O psicólogo passa medicação?"

Não, apenas o psiquiatra pode passar.

 

"Eu já ando a ser seguida por um psicólogo há alguns dias, e ainda não estou curada da depressão/ansiedade/... !"

Dependente das patologias, há doenças mentais que demoram mais sempre a ser tratadas do que outras. Os psicólogos não podem ser vistos como os médicos: vai-se a uma consulta, passa-se uma receita, e nos dias seguintes melhoram. Infelizmente, a maioria das pessoas só vai ao psicólogo quando a doença já está bastante avançada, o que faz com que o tratamento demore muito mais tempo. Há que ter calma, e paciência, porque a espera dá resultados!

 

"Vocês deviam ter vergonha, vocês estão a fazer negócio com a saúde das pessoas!" (sim, já houve um cliente a dizer-me isto)

E os médicos privados não estão? Ou os psiquiatras, dentistas, oftalmolgistas...? Tal como os outros profissionais, os psicólogos não são excepção, e também precisam de fazer dinheiro! É aquela chatice de ter que comer, viver e assim... You know...

 

"Como é que eu tenho a certeza que posso confiar em vocês e contar-vos tudo sobre mim?"

Os psicólogos regem-se de acordo com o Código Ético e Deontológico  da Ordem dos Psicólogos, sendo por isso obrigados a garantir privacidade e confidencialidade de toda a informação do paciente. Só em casos muito excepcionais é que essa confidencialidade é posta em prática. Podem ler mais sobre isso aqui.

 

"Um estudante de psicologia não devia pensar assim, porque..."

 Por sermos psicólogos não significa que deixemos de ter os nossos pensamentos e opiniões. Cada um é como é, e o psicólogo não é exceção. No entanto, de modo geral, sim, não fazemos juízos de valor (até por fazer parte do nosso Código, que falei há pouco!)

 

Dicas para aquela "altura do mês" ser menos insuportável

 

    TPM... quem nunca? (Carlos Vilhena, is that you?) Segundo a internet, a TPM - Tensão Pré-Menstrual -, caracteriza-se pelas: oscilações de humor, tristeza, sonolência, ansiedade, fome em excesso ou falta de apetite, cansaço, dores de cabeça, inchaço, etc... Só coisas boas, como se pode ver!

   Eu sei que nem toma a gente se sente assim (graças a Deus!), mas eu pessoalmente sinto-me uma "vidente" no que diz respeito à menstruação, porque consigo sempre adivinhar quando é que ela vai aparecer. Uma semana antes fico sempre chorosa, rabugenta e cansada...

    Foi por isso que decidi ir procurar ao meu querido amigo google por soluções milagrosas, que me fizessem, pelo menos, suportar MELHOR aquela altura do mês. E foi isto que encontrei:

Praticar exercício físico : Eu sei, a última coisa que se quer fazer nesta altura é mexermo-nos por mais que 5 minutos, mas não precisam de grandes treinos atléticos! Podem fazer caminhadas, alongamentos musculares, ou então, se querem juntar a diversão à mistura, façam como eu: dancem! No meu caso, opto pela Wii Dace, e divirto-me sempre imenso!

Meditação: Estudos comprovam que boas noites de sono, sessões de respiração profunda, e yoga fazem uma total diferença nos nossos estados de humor. Os banhos quentes também servem como uma óptima opção para relaxar.

Alimentação Saudável : Recomendam-se comer sopas, frutas, vegetais..., e evitar açúcar, carnes vermelhas, bebidas alcóolicas e cafés, que só pioram a nossa disposição. Também é muito importante comer em intervalos regulares, para não piorar as cólicas!

Tomar vitaminas : Alguns médicos recomendam também a ingestão de vitaminas de Cálcio, Magnésio, Vitamina E, e/ou Vitamina B6 para alivio dos sintomas.

Considerar tomar a pílula : De modo geral, a pílula tende a diminuir os sintomas do TPM, pois estabiliza o nível das hormonas. Se os sintomas forem muito fortes, aconselho-vos a poderar esta opção. Aqui podem ler o meu testemunho sobre a pílula, que se mantém o mesmo até hoje.

 

    O que acharam das dicas? Meninas, costumam ter sintomas pré-menstruais horríveis, ou nem notam por eles?

Somos realmente livres?

(Atenção! O post que se segue pode conter liguagem mais aborrecida do que o normal - esperado deste blog. Ao continuar, está a prosseguir de livre e espontânea vontade. )

 

    Ontem, do nada, virei-me para o gajinho: "Acreditas no destino?", à espera de um "Pfft, claro que não, eu sou um gajinho, e o destino não existe, blá blá blá" (ou algo do género), quando oiço um "Eu acredito que tudo aquilo que nos acontece, já estava pre-destinado para acontecer." E eu fiquei exatamente assim: 

    Eu não estava a acreditar naquilo que ouvia... Passado tantos anos de namoro é que fico a saber que o homem acredita que tudo nesta vida está destinado a acontecer?! Ele prosseguiu a explicar-me que é um determinista mais que radical, que não acredita no livre-arbítrio, e até citou o 'efeito dominó', para explicar como tudo nas nossas vidas está pré-destinado a acontecer... Segundo o gajinho, nós, seres humanos, temos apenas a ilusão de ter liberdade das nossas escolhas, e que tudo é explicado através da lei de causa e efeito. Todo o nosso comportamento é predizível, dizia ele!

   Eu fiquei chocada, não só por não estar à espera desta sua opinião, como também por não compartilhar do seu ponto de vista. Aparentemente, e segundo a internet, eu defendo o compatibilismo, ou seja, a ideia de que "embora os nossos comportamentos sejam causados por forças físicas, químicas, biológicas e psicológicas, (...) temos controlo sobre alguns dos nossos comportamentos. Podemos fazer escolhas condicionadas, porque algumas das nossas ações são livres." E, muito sinceramente, eu pensei que toda a gente pensava assim, porque é o que me faz mais sentido, a mim!

    Viver num mundo, como defende o gajinho, em que acreditamos que tudo à nossa volta está destinado a acontecer, não tendo nós outro futuro possível, nem tomada de decisão em nenhuma das nossas ações, não é um bocado triste de se viver? Para além de que, em parte, estamos a desresponsabilizarmo-nos pelas nossas ações, acreditando que nada depende de nós mas sim do Universo... 

    O que vocês acham? Qual é a vossa opinião: são mais fãs do determinismo, ou do compatibilismo (ou só querem que me cale com isto)? Estou curiosa!!

Uma carta (fora do) Professor que disse que eu nunca iria ter futuro

A Carta.png

    No outro dia cruzei-me, de longe, com um antigo professor meu do ensino secundário que já não via há imenso tempo. Era um professor muito exigente com os seus alunos. Chegou a dizer-me para desistir da ideia de ser Psicóloga, porque nunca teria futuro para mim. Disse-me várias vezes, e chegou a falar com os meus pais, para me fazerem mudar de ideias. Para mim, o pior foi aquele dia em que recebemos o teste da sua disciplina de filosofia.

    Depois de distribuir os testes, o prof. vira-se para o quadro e começa a escrever uma frase. Quando termina, olha para todos nós e pergunta-nos, furioso e aos berros, se temos ideia de quem escreveu aquilo. Disse-nos que foi um de nós. Em pânico, começámos todos a percorrer os nossos testes, na esperança de não encontrarmos aquela frase na nossa folha. Pois adivinharam, a minha esperança não demorou muito a desvanecer-se. Fiquei branca quando descobri que o teste que ele se referia, era o meu. "Vocês têm ideia do que está aqui escrito no quadro? Alguém consegue entender a asneira que aqui se encontra?! A pessoa que escreveu devia ter vergonha!". O meu coração parou. Como tímida que sou, não tinha qualquer resposta, estava petrificada de vergonha, e assustada. Ele aí prosseguiu aos berros a dizer que a pessoa que escreveu aquilo nunca iria a lado nenhum, nunca iria conseguir entrar na faculdade, e que o melhor que tinha a fazer era desistir da escola.

    Chorei o resto do dia, envergonhada daquilo que eu era.

  Passado 8 anos dedico este post a este professor, na esperança que venha a ler esta "carta":

 

Querido Professor,

Como está? Espero sinceramente que esteja tudo bem consigo, a nível pessoal e profissional. Por cá, está tudo óptimo.

Não sei se se lembra de mim, a aluna calada lá no fim da sala. Peço desculpa por nunca conseguir tirar 20 nos seus testes, ainda assim, hoje, gostaria de lhe deixar uma mensagem.

Consegui acabar o secundário com uma boa média, que me permitiu entrar numa faculdade para tirar a licenciatura de Psicologia. Acabei a licenciatura de 3 anos com uma nota excelente, e por isso consegui também entrar numa faculdade muito conceituada para o mestrado, o qual estou a finalizar neste momento. 

Fui convidada para ir a duas conferências para apresentar o tema da minha tese, numa das quais ganhei o prémio de melhor apresentação do Congresso. O meu prémio? Uma pós-graduação na minha área! Espere, que há mais!

Realizei dois estágios com sucesso, este último devido a uma bolsa que ganhei. No último estágio gostaram muito do meu trabalho, e por isso contrataram-me para continuar a trabalhar lá, enquanto psicóloga, assim que terminasse a minha tese. Já tenho, por isso, planos para entrar no mercado de trabalho, futuramente.

E pronto, por agora é tudo. Acredito com esperança e luta, tudo se consegue! E estou ansiosa para ver o que o meu futuro me reserva! 

E o professor? Continua a infernizar a vida dos seus alunos, ou já ganhou vida própria?

Cumprimentos,

A Carta

Desafio: Sunshine Blogger Award

    Hoje trago-vos um desafio proposto pela minha querida Sonhadora para responder a 11 perguntas (e que perguntas...!) feitas por ela. Devo confessar que ela colocou excelentes questões, e que por isso demorei tanto tempo a pensar no que responder...  

    Um muito obrigada desde já à Sonhadora por este desafio! E espero ter estado à altura deste desafio!

 

 Regras:

* Agradecer à Blogger que te nomeou.
* Responder às 11 perguntas que te foram dadas. 
* Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas. 
* Colocar as regras e incluir o logótipo do prémio no post. 
 

 

1- Se fosses uma estação do ano qual serias?

    Verão. É uma estação quente e divertida porque há calor, gelados, praia, e...os meus anos!! 

2- Algo que te tenha marcado? (Pessoa, filme, música, momento ...)

    Eu sei que é cliché, mas neste momento só me lembro da La Casa de Papel

3- Se viajasses no tempo, visitarias que época?

    Tive que pensar muito, não vou mentir, não tinha nenhuma época pensada. Mas provavelmente escolheria a Idade Moderna, por ser a altura do Renascimento e a Era dos Descobrimentos, parece-me a mais interessante.

4- És supersticiosa? Se sim, qual é a tua maior superstição?

 

5- A quem oferecias um bilhete de avião de ida mas sem volta?

     Ao TRUMP. Mas um bilhete para outro planeta, porque os humanos já estão fartos de o aturar! 

6- Define-te numa palavra?

    Original(mente parva).

7- O último filme que viste?

    "Xixi, Cama!" no dia da Mãe com a famelga. Um filme que me surpreendeu pela positiva por ser tão divertido e com boa-disposição. Recomendo!

8- És daquelas pessoas que se arrepende daquilo que faz ou daquilo que não faz?

    Normalmente tenho por hábito arrepender-me daquilo que não faço por dois motivos: 1º eu não faço muita coisa , e por isso às vezes posso perder oportunidades por ser introvertida, ter medo, ou não ter paciência; e 2º como sou daquelas pessoas que demora imenso tempo a tomar qualquer decisão (defeito por ser demasiado perfeccionista), raramente sou impulsiva ao ponto de me arrepender de algo (o que não quer dizer que não aconteça)

9- A melhor surpresa que tiveste até hoje?

 O nascimento da minha irmã... Não me imagino sem ela 

10- A maior desilusão que tiveste até hoje?

    Esta foi outra das questões que me fez pensar durante horas... No entanto, cheguei à conclusão que para ser "a maior desilusão" tem de ser de alguém que goste bastante, e a que me lembrei, neste caso, foi de uma desilusão de amor, de há mais de 6 anos (estou velha). 

    Estou a falar de um rapazito que julgou que seria engraçado, durante 1 ano, dizer-me coisas bonitas, fazer poemas e juras de amor, e depois, no final, não assumir coisissíma nenhuma. Foi muito giro, como podem imaginar...   Agora não lhe guardo rancor nenhum, era apenas um miudo (éramos os dois), e claramente não tinha caboiço para uma mulher destas... Ora pimbas!

11- O teu lema de vida?

     "Don't worry, be happy." Alegria acima de tudo, é o que é preciso 

 

 As minhas perguntas:

1- Se não tivesses que dormir, o que farias com esse tempo extra?

2- Que emprego seria péssimo para ti?

3- Qual é o pior hábito que consideras que as pessoas têm?

4- A que cidade/país não gostarias de voltar a visitar?

5- Qual é a tua melhor qualidade?

6- Se o teu melhor amigo pudesse descrever-te numa palavra, o que diria sobre ti?

7- Quais são as tuas séries favoritas?

8- Quais são as tuas férias ideais?

9- Qual é a tua forma de relaxares depois de um dia stressante?

10- Quais são os 3 emojis mais usados por ti?

11- O que estás mais entusiasmado para fazer daqui a 10 anos?

 

Os nomeados são: vox nihili, Desconhecida, Hipster Chique, Mariana Sofia, Sara Carmo, A tótoInsensato, A rapariga do autocarro, Nota Dissonante, A happy, Just Smile. Estou desejosa de ler as vossas respostas ihihi 

De visita a... Sesimbra!

    Hoje achei que seria giro fazer uma coisa diferente! E que tal mostrar-vos a Carta a mexer, pela primeira vez?  hehe

    No outro dia fui com a família cá de casa fazer uma viagem a Sesimbra, que durou apenas dois dias (traduzidos em 2 minutos de vídeo), e achei que seria giro mostrar tudo aquilo que eu vivi nesse fim-de-semana.

    O hotel que visitei chama-se "O Hotel do Mar", e é um hotel de 4* localizado mesmo em frente da praia de Sesimbra, que tem uma vista brutal, como podem imaginar. O nosso quarto era muito acolhedor, e com uma paisagem com vista mar incrível...

    Visto termos regime meia-pensão incluído tivémos direito a jantar e pequeno-almoço, no restaurante de luxo do hotel. O comer estava todo óptimo, à exceção de um bolo com aspeto de chocolate que comi de sobremesa ao jantar, que sabia mais a licor do que a outra coisa. E como eu estava à espera do sabor a chocolate, e não sou grande fã de surpresas, não fui muito com a cara dele 

    O Hotel tinha uma piscina exterior, também com uma vista fantástica, a que não fizemos proveito devido à temperatura fria da água. No entanto, usufruímos (e bastante) da piscina interior, principalmente no último dia, que a piscina ficou por nossa conta. Como podem ver no vídeo, a piscina era gigante, e pudemos fazer as chinfrineiras à vontade porque tínhamos mais que espaço suficiente para aparvalhar...

    Acabámos também por ir ao ginásio no último dia! Fui vítima de bullying por parte da máquina-bicicleta, que me disse para começar a pedalar quando eu já me encontrava a pedalar, e fiquei também "presa" numa passadeira de correr que não reconhecia o significado do botão 'parar'. Tive então de recorrer ao meu pai para sair dali com a passadeira em movimento... Foram momentos muito divertidos, como devem de imaginar... 

    E foi assim que me correu esta visita curtíssima a Sesimbra. O que acharam? Já alguma vez visitaram a cidade? O que acharam de ver, com os vossos próprios olhos, as imagens no vídeo? 

Sobre o casal mais polémico da Casa dos Segredos...

gabri.png

    Adivinharam, o César e a Gabriela! O exemplo de casal a não seguir. Este casal tem dado que falar desde o início do programa, pelas constantes discussões, troca de insultos, crises de ciúmes, etc.. E eu hoje achei por bem dar a minha opinião sobre estes dois concorrentes, pois tenho ouvido tanta gente a opinar de forma tão divergente sobre eles que hoje pensei "ora bora lá deitar mais uma acha para a fogueira! ".

    Queria começar por dizer que, mesmo que não fosse psicóloga, acho que é evidente para todos que a Gabriela tem uma clara obsessão por este homem (ele é lindo...). As obsessões por sua vez são sempre exageradas, doentias, e... involuntárias! - tal como acontece em todas as perturbações mentais -. Isto é, a pessoa não escolhe ter uma obsessão, não escolhe as suas oscilações de humor, não escolhe a forma como se está a sentir. Precisamente porque está fora do seu controlo, e precisa por isso de ajuda psicológica para se sentir melhor, mais feliz, e com mais saúde. E não há mal nenhum nisso, pelo contrário!

    Agora falaremos do César. Um casal que já namora há 5 anos, e falo por experiência própria de estar numa relação de há quase 4 anos, já se conhece minimamente um ao outro: conhece os seus pontos fortes, e os seus pontos fracos também. Se ele diz, e "eu já conheci a Gabriela assim: insegura e ciumenta", não era de esperar que ela não iria gostar: da aproximação do César a outras mulheres como a Joana F., das suas constantes provocações, da desvalorização constante à namorada e o 'engrandecimento' a outras pessoas..., não?

    Desculpem, mas isto a mim faz-me imensa confusão. E faz-me ainda mais confusão as pessoas que estão contra a Gabriela. Uma miuda que claramente não está bem (e por isso chora), e que tem um namorado que, como é visível, não a ama e neste momento já pensa em deixá-la.

    Mulheres e homens deste país, imaginem-se inseguros, imaginem-se loucos de obsessão pelo vosso mais-que-tudo (como acontece e já aconteceu a TODOS nós com certeza, provavelmente no início do namoro). E agora imaginem o vosso parceiro amoroso constantemente deitar-vos abaixo "não sabes fazer isto, és isto e aquilo, o/a outro/a é muito melhor..."; a fazerem-vos ciúmes despropositados com outras pessoas e a ignorarem por completo a forma como vocês se sentem, se estão tristes ou a precisar de apoio.

    Por favor, se estão num tipo de relação como esta, saiam o mais depressa possível! Isso não é amor, não é nada! Sabem como isso se chama? Narcisismo, egoísmo, o que quiserem chamar. Esta pessoa só se ama a si própria, e a não ser que peça ajuda profissional, nunca vai conseguir amar alguém. Toda a gente merece ser devidamente amada. Como já ouvi dizer "Há biliões de pessoas no mundo, se esta não for a certa neste momento, haverá outra com certeza merecedora do nosso amor." Gabrielas deste país, este texto é para vocês!

Prendas cool para se oferecer à nossa mãe (ela merece!)

(Título alternativo: O que gostaria que me oferecessem neste Dia, se fosse mãe.)

    Em comemoração ao Dia da Mãe, - e já agora desejo um feliz dia para todas as fantásticas mulheres que já tiveram a coragem de ter um filho (e para as outras também, pois somos todas espetaculares! #girlpower ) - hoje decidi fazer um post relacionado com este dia!

    Neste caso, resolvi falar sobre tipos de prendas que eu gostaria de receber neste dia, se fosse mãe. Noto que há muitos sites que aconselham prendas a oferecer neste dia que eu considero mais genéricas, pois são coisas que a nossa própria mãe podia comprar quando quisesse e bem lhe apetecesse (falo de roupa, sapatos, perfumes, enfim...). Por isso, acho que seria engraçado fazer uma lista das coisas que são mais originais e diferentes de se oferecer à nossa querida mãe, e que ela vai gostar igualmente (ou mais!) do que as tradicionais prendas deste dia.

    Se eu fosse mãe, gostaria que me oferecessem...

  • Uma Massagem/ Circuito SPA. As mães passam uma vida a desgastarem-se, a andar de um lado para o outro em correrias de trabalho-casa-filhos, e a última coisa que têm é tempo para relaxar. Por isso mesmo acho que esta ideia seria genial! E para as pessoas que estão a pensar "pois, mas isso é muito caro de se oferecer...", olhem que nem tanto! Em sites como o goodlife e o sapo voucher encontram vouchers com óptimos descontos para este tipo de coisas. Por isso não há desculpa!
  • Sessão de Beleza no cabeleireiro. Há mulher que não goste de andar arranjadinha, e toda vaidosa? Pelos mesmos motivos que cito acima, é sempre importante mimarmos a nossa mãe ao máximo possível neste dia para que se sinta 5*! 
  • Bilhetes para o Teatro. Se a vossa mãe é fã de espetáculos de teatro mas nunca tem tempo de ir, esta é uma excelente altura para ir! É uma questão de verem quais as peças que vão estar em palco neste dia.
  • Ida ao Oceanário/Jardim Zoológico. É sempre uma excelente oportunidade para passeios em família!
  • Circo. Este está, obviamente, sujeito à disponibilidade dos circos locais, mas é uma questão de se informarem. Garanto-vos que a vossa mãe ia passar um dia super divertido!
  • Sessão de Bowling. Não é algo que se faça todos os dias, e é uma atividade muito engraçada para fazer com todos os membros familiares.
  • Workshops: Dança, Beleza, Fotografia, Artes Plásticas... Nunca tive a possibilidade de me inscrever num workshop deste género, mas sou super curiosa para vir a descobrir um dia como é! Há uma primeira vez para tudo! Por isso, os meus futuros filhos a lerem este post, já sabem, esta é uma das opções por onde começar meninos! 
  • Cruzeiro. Também foi outra experiência que nunca tive oportunidade de usufruir até agora, mas quero muito experimentar! E a paisagem deve ser lindíssima de se ver...
  • 1 noite num Hotel. É uma escolha mais carote, mas um dia não são dias não é verdade? E para a nossa mãe vale tudo 
  • Jantar num Restaurante de Luxo. Já que é para pedir agora o que eu gostaria de receber, aproveito para pedir como deve de ser não é verdade? Não custa nada tentar hehe

    O que acharam das minhas sugestões? Mães deste país e arredores, concordam ou nem por isso?