Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

#6 DomingodeConsultório: Como lidar com pessoas agressivas?

 

    Bom Domingo de Consultório! Espero que estejam todos bem por aí! Hoje foi a vez do Nuno colocar a sua questão:

 

"Sou um jovem com quase 30 anos, não terei feito as escolhas mais corretas durante a vida e por esse motivo (e principalmente porque tenho um filho) ainda vivo em casa dos meus pais. Mas principalmente o meu pai é extremamente agressivo comigo (diz que é assim para me espevitar), mas o que conseguiu ao longo dos anos foi que lhe ganhasse mágoa e destruisse a minha autoestima (até ao ponto de entrar em depressão, a qual disfarço ou dou a volta todos dias). Alguma dica que possas dar para lidar com tudo isto?"

 

    Nuno, a tua questão não é nada fácil de responder... Em primeiro lugar é preciso ter em conta que uma pessoa agressiva é um indivíduo manipulador, instável, e sarcástico, cujo objetivo é intimidar-nos com as suas ações. Não nos adianta perder tempo a tentar compreender o porquê das suas atitudes pois quando implementada durante anos, dificilmente tende a mudar. Muitas vezes essas pessoas sofreram também elas de pais autoritários e agressivos, e comportam-se desta forma porque pensam que este é um tipo de comportamento normal para se ter. Em vez de tentar mudar aquilo que não podemos (o nosso agressor), devemos mudar a forma como nos relacionamos com ele, e protegermo-nos.

    O nosso objetivo há-de ser sempre evitar o conflito com essa pessoa, e fazer com que o agressivo liberte a sua ira, sem nós irmos atrás dela. Por isso, se pararmos para pensarmos na melhor forma de responder a um potencial agressor, podemos encontrar formas hábeis de "desarmar" o agressor.

  • Primeiro, é preciso ter em conta a importância da indiferença. A indiferença vai permitir construirmos um "muro" de defesa sobre o outro, que demonstra que não temos medo, nem nos deixamos intimidar tão facilmente.
  • Devemos saber controlar as nossas emoções, e criar novas emoções, mais positivas. Antes de sentirmos que as emoções estão a tornar-se incontroláveis, devemos esforçarmo-nos para gerar autocontrolo em nós próprios, e demonstrar a nossa intenção de forma positiva.
  • É importante não alimentar os conflitos: discussões geram discussões. Utilizar frases curtas, simples e eficazes. Não vale a pena perdermo-nos em grandes explicações e apelar a emoções.
  • Devemos controlar o nosso tom de voz, e tentar ao máximo mantê-lo calmo. Cada vez que a pessoa agressiva demonstrar uma comunicação agressiva, devemos reformular aquilo que foi dito por palavras mais subtis, de forma a fazê-lo compreeder que, com um tom de voz mais suave, a comunicação também é possível: "Então o que me estás a dizer é que..."

    O mais importante ao lidar com alguém extremamente agressivo é saber os nosso próprios valores, e limites - e nunca permitir ao agressor ultrapassá-los! Por isso, deve ser definido com a pessoa agressiva o que é, e o que não é, aceitável neste tipo de relação (assuntos para se falar, comportamentos a se ter, etc.), e o que acontece quando estes limites são ultrapassados.

    Se estipularmos a nós mesmos que, cada vez que nos sentirmos numa situação em que estamos a ser alvo de ataque e não estamos a conseguir ultrapassar a situação, retiramo-nos de cena, então retiramo-nos mesmo. E quando estivermos mais calmos, comunicamos à pessoa que nos retirámos porque nos estávamos a sentir magoados naquela situação, e quisemo-nos proteger.

    É fundamental não nos deixarmos ser atacados por estas pessoas, nem focarmos a nossa vida à sua volta: arranjar hobbies, e alargar o nosso leque de amizades são opções saudáveis a se tomar.

 

O que acharam do Consultório de hoje? Para terem aqui a vossa questão respondida para a semana só têm que: comentar este post com a vossa questão (em anónimo se não se quiserem expôr, ou com o vosso blog), comentar o post do meu instagram que irá sair sobre o Domingo de Consultório Aberto, OU mandar um e-mail para umacartaforadobaralho@hotmail.com (onde podem, mais uma vez, identificar-se ou não, conforme queiram ou não manter o anonimato). 

Sigam-me no Instagram @umacartaforadobaralho e no Twitter @umacartaforado.

10 comentários

Comentar post