Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

"A nossa casa de Figueiró dos Vinhos ardeu."

    Estou de rastos. Não estava em casa quando a minha mãe me ligou: "A nossa casa de Figueiró dos Vinhos ardeu." O meu coração quase parou. A primeira coisa que me veio à cabeça foi: "Estava alguém na nossa casa?"

    A minha família tinha comprado, há uns 15 anos, uma casa no concelho de Pedrogão Grande para nós irmos passar as férias. Foi esse o nosso objetivo em primeiro lugar, mas ultimamente, por falta de tempo e disponibilidade para lá irmos, tínhamos alugado a casa a algumas famílias, para passarem lá as férias. Por SORTE, a última família tinha saído de lá há semanas, pelo que a casa tem estado desde então sem ninguém.

    Na altura que a minha mãe me ligou, só havia notícia de um bombeiro desaparecido, e alguns feridos, mas ainda não tinham conhecimento de mortes. Atualmente, sabe-se que iniciou-se numa área florestal por volta das 15h, causou, até agora, 57 vítimas mortais, 59 feridos graves, e 2 bombeiros desaparecidos. Sabe-se também que a falta de bombeiros é notória, e que o secretário de Estado da Administração já ativou o plano de emergência florestal.

    Estou em choque. Não há palavras que cheguem para explicar o que sinto neste momento. Sinto que esta é daquelas coisas eu leio, vejo nas notícias, que deprimo ao saber do acontecimento, mas que nunca acontece a nós. Que está sempre muito longe de nos acontecer. E sinto que desta vez esteve tão, mas tão perto. Há DIAS que a minha família fala em ir passar fins-de-semana lá à nossa casa, e mas nunca tinha surgido oportunidade de lá ir até agora. E agora isto...

    O pior é a quantidade de pessoas que sofreram com este incêndio: que não sobreviveram, que ficaram feridos, ou que viram os seus entes queridos a sofrerem... Só consigo pensar na sorte minha e da minha família, da família que esteve de férias na nossa casa, e de todas as famílias que conseguiram escapar a este azar. E isto não me sai da cabeça...

 

Sigam-me no Instagram @umacartaforadobaralho e no Twitter @umacartafora.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Carlos Barreiro 19.06.2017 10:17

    Em primeiro lugar apresento as minhas condolências aos familiares das vitimas, muito pesar por estas mortes, os culpados, são e foram todos os irresponsáveis dos governos, este e todos os outros, por não haver legislação que obrigue os proprietários a limparem os terrenos,existem de facto muitos oportunistas a ganharem fortunas com esta calamidade anual,, aproveitam-se da falta de obrigatoriedade da limpeza dos terrenos, sou natural da zona do pinhal, tenho terrenos, inclusive seis mil metros quadrados de pinhal, nunca arderam, tudo à volta já nem árvores tem, os meus, alguns chamuscados nas estremas, estão lá bem verdes, estão lá porque, até finai de maio, depende do tempo, eu limpo e mando limpar tudo o que é pinhal, e olival, ainda a semana, passada tive lá um tractor a limpar o que faltava, que já não era muito, se todos, mesmo todos limpassem os matos e os terrenos, não havia incêndios, quando vejo vivendas com fenos secos, com mais de um metro de altura até à porta, estão à espera de quê? Eliminem as causas, limpando tudo o que é terreno, fazendo isto as consequências se esvaem. Que os bombeiros façam milagres? Meios aéreos pagos a peso de ouro com dinheiro de todos nós para corrigir o que irresponsáveis deviam fazer mas não fazem? Proprietários, deixem de ser calaceiros e irresponsáveis, limpem ou mandem limpar os vossos terrenos, se limparem, toda esta chusma de oportunistas, que vivem à custa dos incêndios, vão ter que se dedicar à apanha de nozes. SE limparem os terrenos, as casas não ardem, as pessoas não morrem. Precisa-se de vergonha, a nível politico e a nível de sociedade, criticam mas nada fazem, estes incêndios são crime, são crime a todos os níveis, ambientais e humanos, não vejo ninguém a fazer seja o que for para que isto não aconteça, a começar pelos garotos que nos desgovernam, acabando nos proprietários que se estão nas tintas para a limpeza dos terrenos. Tenho pena, pena ter ocorrido estas mortes, imagino a dor que os familiares sentem neste momento, quanto aos proprietários não tenho pena, o que ardeu foi por culpa deles, não limparam limpassem, se não podiam ou não podem deem os terrenos a quem pode e o deseja fazer.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.