Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Sobre o casal mais polémico da Casa dos Segredos...

gabri.png

    Adivinharam, o César e a Gabriela! O exemplo de casal a não seguir. Este casal tem dado que falar desde o início do programa, pelas constantes discussões, troca de insultos, crises de ciúmes, etc.. E eu hoje achei por bem dar a minha opinião sobre estes dois concorrentes, pois tenho ouvido tanta gente a opinar de forma tão divergente sobre eles que hoje pensei "ora bora lá deitar mais uma acha para a fogueira! ".

    Queria começar por dizer que, mesmo que não fosse psicóloga, acho que é evidente para todos que a Gabriela tem uma clara obsessão por este homem (ele é lindo...). As obsessões por sua vez são sempre exageradas, doentias, e... involuntárias! - tal como acontece em todas as perturbações mentais -. Isto é, a pessoa não escolhe ter uma obsessão, não escolhe as suas oscilações de humor, não escolhe a forma como se está a sentir. Precisamente porque está fora do seu controlo, e precisa por isso de ajuda psicológica para se sentir melhor, mais feliz, e com mais saúde. E não há mal nenhum nisso, pelo contrário!

    Agora falaremos do César. Um casal que já namora há 5 anos, e falo por experiência própria de estar numa relação de há quase 4 anos, já se conhece minimamente um ao outro: conhece os seus pontos fortes, e os seus pontos fracos também. Se ele diz, e "eu já conheci a Gabriela assim: insegura e ciumenta", não era de esperar que ela não iria gostar: da aproximação do César a outras mulheres como a Joana F., das suas constantes provocações, da desvalorização constante à namorada e o 'engrandecimento' a outras pessoas..., não?

    Desculpem, mas isto a mim faz-me imensa confusão. E faz-me ainda mais confusão as pessoas que estão contra a Gabriela. Uma miuda que claramente não está bem (e por isso chora), e que tem um namorado que, como é visível, não a ama e neste momento já pensa em deixá-la.

    Mulheres e homens deste país, imaginem-se inseguros, imaginem-se loucos de obsessão pelo vosso mais-que-tudo (como acontece e já aconteceu a TODOS nós com certeza, provavelmente no início do namoro). E agora imaginem o vosso parceiro amoroso constantemente deitar-vos abaixo "não sabes fazer isto, és isto e aquilo, o/a outro/a é muito melhor..."; a fazerem-vos ciúmes despropositados com outras pessoas e a ignorarem por completo a forma como vocês se sentem, se estão tristes ou a precisar de apoio.

    Por favor, se estão num tipo de relação como esta, saiam o mais depressa possível! Isso não é amor, não é nada! Sabem como isso se chama? Narcisismo, egoísmo, o que quiserem chamar. Esta pessoa só se ama a si própria, e a não ser que peça ajuda profissional, nunca vai conseguir amar alguém. Toda a gente merece ser devidamente amada. Como já ouvi dizer "Há biliões de pessoas no mundo, se esta não for a certa neste momento, haverá outra com certeza merecedora do nosso amor." Gabrielas deste país, este texto é para vocês!

10 comentários

Comentar post