Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Sobre ser psicóloga...

 

    Hoje - (dia 4 de Setembro) - assinala-se o Dia Nacional do Psicólogo, e por isso mesmo resolvi falar-vos um pouco sobre a minha profissão, e aquilo que faço.
 
    Podia-vos escrever sobre o facto da Psicologia não ser valorizada em Portugal, ou sobre a nossa Ordem servir muito mais para nos roubar ao bolso, do que para nos proteger, mas - e apesar disso ser tudo muito verdade...-, hoje apetece-me mais falar sobre a parte boa de se ser psicóloga. 
 
 
    No outro dia, acerca de uma formação sobre orientação vocacional, percebi porque amo tanto a minha profissão. Num dos testes que são feitos aos miúdos, para os ajudar na escolha da sua vocação, estão as seguintes perguntas: "Que tarefas rotineiras (lidas domésticas, ocupações de tempos livres, etc.) gostas de fazer? E quais achas que são as razões por detrás delas?". Inconscientemente, já vos deve ter vindo algumas respostas às vossas cabeças. À minha também veio: "Gosto de ler livros sobre mistérios, ver séries de thrillers e mistérios por resolver, etc."
    Em suma, tudo o que tem a ver com enigmas, e que me faça querer desvendar algum mistério, dá-me um friozinho na barriga, porque é aquilo que me dá pica, que eu gosto. Logo, me escorreu. Eu adoro ser psicóloga porque o meu dia-a-dia é precisamente esse. É desvendar aquilo que vai na mente de cada um de nós, é procurar 'resolver' os mistérios da mente.
 
    Quando alguém se senta à minha frente, eu não sei absolutamente nada sobre essa pessoa. É a relação que vamos construindo as duas ao longo do tempo que me vai ajudar a perceber quem é aquela pessoa, de onde vem, o que faz, que motivos a trazem à minha consulta... E como eu a posso ajudar, claro. 
    É como um cubo mágico que tenho por resolver, ou um puzzle gigante por completar. É um caminho que se vai construindo, pouco a pouco, pelas duas partes. 
    Isso não quer dizer que consiga desvendar a 100% muitos dos mistérios que passam por mim diariamente, - seria muito ingénua (e parva!) se pensasse que sei tudo sobre essas pessoas -, mas a boa notícia é que estão sempre a surgir novas aventuras para embarcar!
 
     E é por isso que nunca me hei-de cansar desta vida. Porque, - se Deus quiser -, vão haver sempre novas pessoas para acompanhar, e novos mistérios por resolver... 
    Do vosso lado, porque gostam tanto da vossa profissão?
Sigam-me no Instagram @umacartaforadobaralho e no Twitter @umacartafora.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.