Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Sou uma mulher livre (de dor de dentes)!

    Como muitos sabem estava a usar aparelho dentário há 3 anos, principalmente para corrigir os dois dentes da frente que pareciam nunca se terem dado... desde sempre. Pois bem meus caros, hoje o sofrimento acabou.

    Chega de visitas mensais ao dentista, de ocasionais dores de aperto do aparelho, de microimplantes para aqui e para ali, visitas ao bloco operatório, constantes preocupações com a comida nos dentes (uff, que pesadelo...). Tudo isso chegou ao fim. ESTOU LIVRE DO APARELHO!! Ao fim de três anos, tenho os dentes como queria!

    Acreditem que a sensação de alívio é óptima! A emoção é tanta que a mim só-me apetece fazer uma festa para festejar o meu novo sorriso, imaginem vocês. E nessa festa incluir todas as coisas que evitei comer durante este tempo todo: batatas fritas, pipocas, carnes duras, pastilhas, etc, etc... Quem alinha? hehe 

 

 

*A parte chata é que isto não chegou bem, bem, ao fim, pois falta o aparelhinho de contenção (é tipo um molde transparente que se deve usar todos os dias para os dentes ficarem no sítio). Até agora a minha experiência com aquilo é que dói como tudo, porque faz uma certa pressão aos dentes para não se mexerem, o que vos faz 'babar' um bocado e falar à sopinha de massa (muito sensual, eu sei.). Mas é tudo uma questão de tempo, até estar livre de tudo, de vez. 

A desvantagem do sorriso metálico

 

    Tenho aparelho dentário há quase 3 anos. E poucas queixas tenho a fazer-lhe (tirando as ocasionais dores do aperto, e pontuais aftas). Até me assumo como uma optimista em relação ao meu sorriso metálico, porque penso sempre que, a longo prazo, o metálico vai virar tridente

    Mas se há coisa que eu NÃO suporto no aparelho, é quando ele vira um depositor de comida mastigada.

    Há uns dias fui com o meu grupo de amigos lanchar para uma esplanada. Como habitual, tive meia-hora a comer uma tosta que se comia em 2/3 minutos porque em vez de levar a tosta à boca, tive a parti-la primeiro com as mãos e só depois a colocá-la na boca, para evitar sujar os dentes da frente (os possuídores de aparelho sabem o struggle). E para quê tanto esforço perguntam vocês?

    Para depois de uma jigajoga ENORME a comer a dita tosta (onde o queijo derretia-se pelas minhas mãos, queimava-me a parti-la aos pedaços..), chegar a casa, ir à minha wc, olhar-me ao espelho, sorrir... e ver a 3ª Guerra Mundial acontecer na minha boca! Isto é, tive o dia todo a falar pelos cotovelos, e a rir à gargalhada até mais não... com os dentes cheios de pedaços de miolo, e côdea do pão.

 

 

 

Eu não sei porque tento...