Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Fazer o luto de uma série

    Ultimamente a minha vida não tem sido a mesma. Costumava chegar a casa, depois de um dia cansativo, deitar-me na cama, e ver o próximo episódio da La Casa de Papel. Agora não! Chego a casa, deito-me na cama depois de um dia de trabalho, e...falta ali qualquer coisa. 

    Sentimentos de vazio, tristeza profunda, não saber o que fazer com a vida...são sintomas muito recorrentes quando se termina uma boa série, como esta. E eu sei que não devo ser a única a sentir-se assim quando uma série acaba (ou quando estamos à espera da próxima temporada, como é o caso ).... Na minha opinião, quem se encontra na mesma situação que eu, devia fazer o luto da série que terminou como deve de ser, para conseguir ultrapassar esta perda e seguir com a sua vida no mundo das séries!

    Por isso mesmo, delineei cinco passos em baixo de como eu vou fazer o luto da minha querida La Casa de Papel. Dêem uma olhadela, e depois digam-me o que acham:

1º Aceitar que acabou. O primeiro passo deve ser aceitar que a série já chegou ao fim, pelo menos por agora, e que não vamos ver o Professor tão cedo. Berros, choros e amuos são fundamentais para ultrapassar esta primeira fase.

2º Explorar ao máximo possível os últimos trunfos da série. Isso inclui ver os behind the scenes, the making-of, bloopers, castings, entrevistas com o elenco, etc.

3º Stalkar o elenco. Seguir os atores/realizadores/escritores da série em todas as redes sociais para ver se há notícias da série, juntarmo-nos a clubes de fãs e páginas de apoio da série, e por aí fora...

4º Desabafar com os nossos amigos, e tentar viciá-los na série também. Com sorte, pode ser que consigamos converter a alguém a ver a série, e aí temos uma desculpa para ver a série com eles, e vê-los passar por tudo aquilo que nós passamos.

5º Finalmente, assistir a novas séries! Embarcar numa nova jornada, no fundo. O que é melhor para largar um vício, do que apanhar um novo?  A nível de séries foi-me recomendada, para quem foi fã de La Casa de Papel: o Black Mirror, Mr. Robot, Agatha Christie’s Poirot, Breaking Bad e How to Get Away with Murder. E vocês, têm mais alguma (boa) recomendação de séries?

Até eu que não percebo nada disto do futebol...

brunooo.png

...Acho um bocadinho estúpido estas embirrações do Bruno de Carvalho, com os jogadores. Sou só eu?! Parece um puto amuado, que resolveu fazer uma birra "Ai é falam mal de mim? Então já não brincam mais comigo às casinhas."

Se ele tinha alguma opinião menos positiva acerca dos seus jogadores, porque não a deu em privado, ele também?...

Super Nanny, onde estás tu quando se precisa de educar os presidentes dos clubes? 

Os meus pensamentos (por ordem) sobre o eHealth Summit

eHealth.png

 

No ano passado fiz um post igual a este mas sobre o Web Summit, e muita gente gostou, por isso achei que deveria repetir, mas com o eHealth desta vez... 

1º OH MEU DEUUUUS!!! Fui escolhida para participar no eHealth Summit, sinto-me chique, oh yeaaaah! 

 

2º 'Pera! A entrada é GRATUITA? Estou chocada! Porque é que no Web Summit paga-se um balúrdio, e este, só por ter a ver com a saúde (e eu vou), é de borla?

  

3º MAIS DE METADE DOS EVENTOS SÃO RESERVADOS, ou precisavam de inscrição prévia (que esgotou em 5 segundos...). What the hell... Fui enganada 

Sobre este tempo...

    Ontem cheguei ao trabalho tipo pinto: dos pés à cabeça, toda eu não tinha uma pontinha que estivesse seca. Acho que fui eu, e mais de metade dos portugueses. Porque assim que dei conta, toda os trabalhadores da minha empresa que iam chegando, descalçavam-se, e punham os seus sapatos ao pé do aquecedor, para secar.

    Sim, leram bem, eles DESCALÇAVAM-SE. Começaram a andar lá só de meias, de um lado para o outro.

    E eu só olhava para eles e pensava na auto-confiança em si próprio que é preciso ter para fazer isso. Se fosse eu começava logo: "Será que as minhas meias tão iguais? E estaram em bom estado? E os meus pés, cheiraram a chulé?"

    É que eu faço uma viagem de uma hora até chegar ao trabalho e farto-me de andar de um lado para o outro, por isso nunca se sabe...

    Por tudo isso lá continuei eu com os meus sapatos (e o resto!) encharcados, a secarem-me na pele. No ver da Carta, mais vale uma boa constipação, do que uma boa humilhação! 

 

A super-placa!

 

    O meu pai usa placa dentária desde muito recentemente, então ainda não está muito habituado.

    Há dias ele estava no Pingo doce, e como constipado que está, não parava de espirrar, e tossir, para todo o lado.

 

    Às tantas, saca de um espirro do tamanho do mundo (ATCHÔÔÔÔ!), e só se vê a placa a atravessar um quarto da superfície do supermercado.

 

    "É o Super-Homem? É um avião? Não, é a placa do shô João!"

História Moderna de Terror

    Encontrei hoje este vídeo, e parti-me a rir. Primeiro, porque me lembrou do gajinho, que não tem redes sociais (eu sei, ele é um alien!), e por isso senti uma ligação tão grande com a rapariga do vídeo; e depois porque... é tão verdade!!! Todos nós fazemos estas figurinhas quando vemos casos destes!!

    Divirtam-se 

Sabes que ela é a tua melhor amiga quando...

 

    ...Eu estava à rasca para me lembrar de um momento embaraçoso sobre mim. Precisava de apresentar urgentemente a uma plateia de pessoas algo que eu tivesse passado que tivesse sido constrangedor para mim, (não vale a pena perguntarem o porquê, a minha vida é assim, nunca uma monotonia ). Então lembrei-me de ligar à minha melhor amiga, para ver se ela tinha alguma sugestão:

    "Help! Está-me a dar uma branca e não me estou a lembrar de nada embaraçoso que me tenha acontecido, assim de repente!"

    E ela deu-me uns 20 exemplos...

Eu não confio em quem (diz que) gosta de Batata Doce!

 

    Ontem foi o aniversário de um querido amigo meu, e para festejar fomos todos enfardar-nos nos hambúrguers (se me tivessem a seguir aqui já saberiam disto, por isso se ainda não seguem, o que estão esperando? ). No entanto, POR ENGANO, trocaram o meu prato de batatas fritas que tinha pedido, com as batatas doces desta menina... E, oh meu deus, a diferença foi gigante...

    Sim, eu nunca tinha provado batata doce. Nunca tinha calhado! Cá em casa os meus pais raramente comem, e pelo aspeto, nunca me tentou provar, ao vê-los comer (porque será...blargh). Mas agora que provei, digo-vos do mais sincero do meu coração: Como é que raio vocês gostam daquilo?

    São duas combinações que simplesmente não conjugam: batata + doce. Onde é que já se viu combinar batatas, que são tão boas quando são salgadinhas, fritas e estaladiças, com algo docinho? Vocês juntam batatas e chocolate? Ou batatas, e marmelada? Não! Sabem porquê? Porque não combina! Não existe!

    A batata e o doce não foram feitos um para o outro. Nunca irá resultar, esqueçam. É uma relação sem futuro (pelo menos para mim...).

Os meus pensamentos (por ordem) sobre o Web Summit

OH MEU DEUS, A JENNA MARBLES E O ALFIE DEYES VÊEM CÁ A PORTUGAL, TENHO DE OS IR VER!!!!

 

Apercebo-me que o bilhete de entrada é tipo 1.000€, e desisto logo da ideia. Para além disso, quando vou ver os bilhetes já estão esgotados...

 

Lembro-me rapidamente que a Web Summit É JÁ HOJE, e que isso significa que os transportes para Lisboa devem estar a abarrotar de gente, e adivinhem quem vai para Lisboa hoje...

 

 Desejem-me sorte.