Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

umacartaforadobaralho

"o segredo é teres sempre uma carta na manga"

Acerca do post dos "Casados"

 

    Há dias fiz este post, que me valeu um destaque (obrigada sapinho ), no entanto, houve duas coisas que fiquei por dizer e corrigir. Nomeadamente:

  • Pelo que me informei, e pelo que li nos vossos comentários, as pessoas inscritas no programa casam-se mesmo. Ao contrário daquilo que referi, que era o que acontecia em outras versões, em Portugal o casamento é oficializado como tal, e a SIC responsabiliza-se assim por todos os gastos (tanto do casamento, lua-de-mel e divórcio, caso necessário).
  • Agora um ponto menos específico do programa em si, mas mais relacionado com o bom senso em geral: As pessoas que querem comentar os posts, têm toda a liberdade de o fazer. Estamos num país livre, e felizmente temos liberdade de expressão para darmos as nossas opiniões, quer sejam elas a favor do que foi dito no post, quer sejam contra. Uma das coisas que mais adoro na plataforma sapo é o dar a conhecer os pontos de vista de pessoas tão diferentes, e perceber o porquê de pensarem assim. CONTUDO, não interfiremos na liberdade do outro. Criticar e ofender alguém por não concordar com o seu ponto de vista é... baixo (esta é para os anónimos).

    Qual a necessidade de fazer um comentário desagradável a alguém, quando nos podemos simplesmente abster disso, ou então dar a nossa opinião de forma educada?

Sigam-me no Instagram @umacartaforadobaralho e no Twitter @umacartafora.

Opinião: Sexismo ou não?

us-open-la-francaise-alize-cornet-enleve-son-haut-

    Ontem vi uma notícia com o seguinte título: "Jogadora de ténis penalizada por tirar a sua t-shirt em campo."

    Pelo que li, dizia que a tenista francesa Alizé Cornet apercebeu-se, a meio do jogo, que tinha a sua camisola ao contrário, depois de uma pausa de 10 minutos, e por isso tirou-a, e voltou a vesti-la em campo. Esse seu acto valeu-a uma punição pelo árbitro por "conduta antidesportiva" por mostrar o soutien.

    O que acho curioso é que, no mesmo artigo, dizem que os tenistas homens despem as suas camisolas a meio do jogo frequentemente, devido ao calor, sem nunca serem penalizados por isso. Então, há sexismo ou não, afinal?

    Confesso que esta notícia causou alguma revolta em mim. Deixa-me triste saber que até em coisas simples como estas as mulheres ainda continuam a sofrer discriminação... A minha pergunta fica: Quando é que a sociedade vai deixar de sexualizar o corpo da mulher desta forma?

Sigam-me no Instagram @umacartaforadobaralho e no Twitter @umacartafora.

A respeito da violência no namoro

    Há coisas que eu vejo na televisão que me deixam extremamente revoltada, e esta é uma delas: "Jovem de 22 anos atacou a namorada à facada" - dizia uma notícia no Você na Tv de ontem. Como se a notícia em si já não fosse chocante o suficiente, apesar das inúmeras notícias nos programas de manhã com casos destes - infelizmente -, o que me deixou mais chocada ainda foi o que os comentadores vieram dizer a seguir.

    Segundo a notícia, o rapaz esfaqueou duas vezes a namorada, no abdómen e na anca, podendo este ser acusado de tentativa de homicidio. No entanto, para já, as autoridades estão ainda a tentar apurar o que aconteceu e os motivos da agressão, e por agora o rapaz está em liberdade. Liberdade essa que vai durar até aos juízes decidirem o seu veredicto, que de acordo com um dos comentadores do Você na tv, pode demorar mais que um ano.

    Deixem-me ver se entendi corretamente: Um jovem agrediu uma rapariga à facada, possivelmente com a intenção de matá-la, e as autoridades responsáveis vão deixá-lo em liberdade até os juízes darem a sua sentença? Que pode demorar anos a acontecer...?

    Até lá estamos há espera do quê? Que a rapariga recupere, e saia do hospital para o namorado a matar de vez? Desculpem a frieza, mas eu gostaria de saber desde quando é que a justiça deste país esqueceu-se que estamos a lidar com pessoas! Neste caso, trata-se de um homem perigoso, que está a meter em risco a vida de outra pessoa! Desde quando é que isto virou uma selva, em que se pode fazer o que se quer e sair impune? Que m**** de moral estamos nós a ensinar aos nossos filhos? 

    O que mais me revoltou foi a tranquilidade que o senhor Aníbal Pinto dizia "Toda a gente tem o direito à sua liberdade, até ser considerado culpado, e neste caso, ainda não temos provas se este rapaz é culpado, por isso é um homem livre como toda a gente". A si digo-lhe o seguinte: Deus queira que nunca tenha que passar por isto, mas por 2 minutos apenas, imagine a sua filha, mulher, irmã... a ser agredida fisicamente por um homem, à facada. E agora imagine-a deitada numa cama de hospital, enquanto o marginal agressor passeia, livre, alegremente nas ruas... Quando sentir essa revolta interna ao ver esse sujeito impune de qualquer prejuízo, venha-nos falar em justiça.

Sigam-me no Instagram @umacartaforadobaralho e no Twitter @umacartafora.